Você é um Zumbi Corporativo?

514398287_fa4ea8182a_zEu acredito que você já teve, como eu, a oportunidade de conhecer centenas e centenas deles que se aglomeram no ambiente corporativo. São homens e mulheres jovens, atraentes, e sempre ostentando um largo sorriso. Sabem como ninguém manter uma conversa agradável e são uma ótima companhia em almoços e festas da empresa.

De acordo com o Oxford English Dictionary, um “zumbi é um cadáver animado por meios mágicos, como a bruxaria”. Na cultura popular, como criaturas mortas-vivas fictícias, zumbis aparecem em filmes e livros de horror e fantasia. Podemos descrevê-los como cadáveres reanimados e não muito espertos, famintos por cérebros humanos.

 

Ao invés de carne e cérebros, os zumbis corporativos têm um apetite insaciável por poder e influência.Geralmente gravitam seus líderes e gerentes com uma lealdade quase canina e costumam realizar suas tarefas diárias com grande velocidade e eficiência, um requisito essencial para se manter ativo. Os zumbis, entretanto, só caminham em linha reta. Não procuram altervativas ou buscam novas soluções e sempre tentam resolver problemas novos com receitas velhas. Eles apenas existem.

Não se engane pensando que os zumbis corporativos são apenas jovens profissionais. Você pode encontrá-los em todos os níveis e divisões. São gerentes de projetos, VPs seniors, CEOs, pessoas do departamento de RH; diretores financeiros; gestores de grandes equipes e, muittas vezes, têm como objetivo contratar outros zumbis corporativos para aumentar seu exército. Essa descrição o fez lembrar de algumas pessoas, não?

Felizmente, há uma poção mágica para que você não se torne um membro desse time. Essa poção é gratuita, sem efeitos colaterais e seu uso regular e abundante é mais do que recomendado. Seu nome é pensamento crítico. De acordo com Robert Ennis, o pensamento crítico é “raciocínio reflexivo sobre as crenças e ações. É o pensamento reflexivo focado em decidir no que fazer ou acreditar.”

Em outras palavras, o pensamento crítico é a habilidade de pensar com clareza e racionalidade; isso inclui a habilidade de desenvolver uma forma de pensamento independente e perspicaz. Qualquer um com estas habilidades pode reconhecer as conexões lógicas entre ideias, encontrar a relevância e importância dos argumentos, percebe inconsistências ou erros no raciocínio, e tomar  decisões melhores e mais consistentes.

Baseado nessa definição nós podemos concluir que, em qualquer situação, a primeira prioridade é entender todos os lados do argumento ou problema a ser resolvido. Em certos casos, basta ouvir  os outros e compreender seu ponto de vista acerca do problema. Em outros casos, mais complexos, necessitaremos  buscar em documentos, artigos e outras ferramentas para reunir a maior quantidade de informação possível. De fato, não importa o tamanho do problema, o pensamento crítico é sempre uma ferramenta importante para resolver qualquer situação que se apresente. Desenvolver o pensamento crítico é uma tarefa que requer prática constante. Segue abaixo algumas dicas úteis para ajudá-lo a desenvolver essa habilidade tão importante.

  • Reserve um tempo para pesquisa. Leia websites de negócios, blogs sobre liderança e as seções de negócios de outras publicações para aprender como outras empresas têm implementado suas estratégias para aumentar sua vantagem competitiva. Persiga novas metas ou encontre novas direções quando as oportunidades estratégicas surgirem. Faça uma boa reflexão do que o mantém no mesmo caminho e force-se a considerar se deve alterar seus planos. Considere tanto o melhor quanto o pior cenário.
  • Quando os problemas surgirem, tresista a tentação de resolvê-los o mais rapidamente possível. Em primeiro lugar, olhe cuidadosamente para ele e tome um tempo para analisar todas as soluções possíveis. Crie uma lista com as possibilidades e consequências de médio e longo prazo. Você pode usar um software de *mind-map”, por exemplo, para tornar essa tarefa mais fácil.
  • Emprenhe-se no jogo do “e se”. Por exemplo, “e se fizermos isso, como nossos consumidores responderão? O que nossos chefes e gerentes pensarão? Qual impacto isso terá em nossos projetos? E se houver algo que  ainda não consideramos?” Esse exercício o ajudará a demonstrar a viabilidade de suas decisões estratégicas e sempre deverá ser feito antes de seguir em frente.
  • Sempre estimule sua mente com novas atividades. Saia para caminhar um pouco, mas não nos dias usuais. Desligue seu tablet, seu computador e deixe seu smartphone em casa ou na gaveta da sua mesa do escritório. Tente ler sobre assuntos não relacionados ao seu campo profissional. Tudo isso estimulará sua criatividade e o fará descobrir novas coisas.

O pensamento crítico é a solução mais fácil e segura para evitar o apocalipse do zumbi corporativo. Por outro lado, desenvolver essa habilidade irá desntingui-lo dos outros profissionais, seja na sua empresa; seja no mercado de trabalho. O esforço – sem dúvida alguma – valerá a pena!


Referências Bibliográficas:

(1) KURLAND, Dan. What is Critical Thinking? 2012. Disponível em: <http://www.criticalreading.com/critical_thinking.htm&gt;. Acesso em: 27 maio 2016.

(2) PAUL, Richard; ELDER, Linda. The Miniature Guide to Critical Thinking Concepts & Tools. 7. ed. New York: Foundation For Critical Thinking, 2014. 24 p.

(3) KORN, Melissa. Bosses Seek ‘Critical Thinking,’ but What Is That? 2014. The Wall Street Journal. Disponível em: <http://www.wsj.com/articles/bosses-seek-critical-thinking-but-what-is-that-1413923730#livefyre-comment&gt;. Acesso em: 27 maio 2016.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s